Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 17/04/2017 às 15h36min

Obesidade cresce 60% em dez anos no Brasil

Entre 2006 e 2016, índice de brasileiros com a doença passou de 11,8% para 18,9%. Diabetes e hipertensão também cresceram
compartilha nas redes sociais:
Portal Brasil, com informações do Ministério da Saúde

Pesquisa entrevistou 53,2 mil pessoas maiores de 18 anos das capitais brasileiras

O Ministério da Saúde divulgou, nesta segunda-feira (17), dados que revelam o aumento da obesidade no Brasil. Segundo o levantamento, um em cada cinco pessoas no País estão acima do peso. A prevalência da doença passou de 11,8%, em 2006, para 18,9%, em 2016.

Os números fazem parte da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), realizada em todas as capitais brasileiras. O resultado reflete respostas de entrevistas realizadas de fevereiro a dezembro de 2016 com 53,2 mil pessoas maiores de 18 anos.

O crescimento da obesidade também pode ter colaborado para o aumento da prevalência de diabetes e hipertensão. As doenças crônicas não transmissíveis pioram a condição de vida e podem matar.

O diagnóstico médico de diabetes passou de 5,5%, em 2006, para 8,9%, em 2016. O de hipertensão, no mesmo período, saiu de 22,5% para 25,7%. Em ambos os casos, o diagnóstico é mais prevalente em mulheres.

“O Ministério da Saúde tem priorizado o combate à obesidade com uma série de políticas públicas, como Guia Alimentar para População Brasileira. A alimentação saudável aliada a prática de atividade física nos ajudará a reduzir a incidência de doenças como diabetes e hipertensão na população”, declarou o ministro Ricardo Barros.

O índice de obesidade aumenta com o avanço da idade, mas, mesmo entre entre os brasileiros de 25 a 44 anos, o indicador é alto: 17%. O excesso de peso também cresceu entre a população das capitais. Passou de 42,6% para 53,8% em 10 anos.

A pesquisa também mostra a mudança nos hábitos alimentares da população. Os brasileiros estão consumindo menos ingredientes considerados básicos e tradicionais. O consumo regular de feijão diminuiu 67,5% em 2012 para 61,3% em 2016.

Apenas um entre três adultos consomem frutas e hortaliças em cinco dias da semana. Esse quadro mostra a transição alimentar no Brasil, que antes era a desnutrição e agora está entre os países que apresentam altas prevalências de obesidade.

Doença crônica

Veja também SAúDE

Veracel Celulose divulga edital para contratação de estagiário de nível superior

Veracel Celulose divulga edital para contratação de estagiário de nível superior

Três feridos em acidente envolvendo dois carros na BA 290, Trevo de acesso a Lajedão

Três feridos em acidente envolvendo dois carros na BA 290, Trevo de acesso a Lajedão

Repórter é presa acusada de passar informações para facção criminosa

Repórter é presa acusada de passar informações para facção criminosa

Cratera da Ponte da Prainha na BR 101 é tapada pela prefeitura de Teixeira de Freitas

Cratera da Ponte da Prainha na BR 101 é tapada pela prefeitura de Teixeira de Freitas

Últimas publicações